15 de Novembro – Dia da Língua Gestual Portuguesa

Iniciativas no Dia da Língua Gestual Portuguesa

A 15 de Novembro comemora-se o Dia da Língua Gestual Portuguesa (LGP).

Nos termos da alínea h) do n.º 2 do artigo 74.º da Constituição da República Portuguesa, «na realização da política de ensino incumbe ao Estado (…) proteger e valorizar a língua gestual portuguesa, enquanto expressão cultural e instrumento de acesso à educação e da igualdade de oportunidades». Assim sendo, desde 1997, a Língua Gestual Portuguesa passou a ser uma das línguas oficiais de Portugal.

Numa época em que nada, ou quase nada se sabia acerca da comunicação entre os surdos, no Instituto Jacob Rodrigues Pereira (Casa Pia) as crianças surdas, nos seus tempos livres, comunicavam entre si numa “língua secreta, que as protegia dos ouvintes que as rodeavam”: falavam com as mãos, falavam a Língua Gestual Portuguesa.

A expressão “língua gestual” refere-se à língua materna de uma comunidade de surdos. Esta língua é produzida por movimentos das mãos, do corpo e por expressões faciais e a sua recepção é visual. Tem um vocabulário e gramática próprios.


INICIATIVAS AGENDADAS

 Porto: Conferência “Eis as Questões em LGP”

No dia 14 de Novembro pelas 9h00 a 19h, o Auditório da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto – FPCEUP recebe a Conferência “Eis as Questões em LGP”. 

Um conferência organizada pela Associação de Formadores de Monitores Surdos, AFOMOS, com a colaboração da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto e da Associação de Surdos do Porto.
A Língua Gestual Portuguesa na saúde, na sociedade, na comunicação social ou na educação, são alguns dos temas agendados.
 
Para além da conferência, vai haver também a exposição de obras artísticas de Surdos e uma curta metragem de Surdos.
 
No dia 15 de Novembro entre as 14h e as 19h, no mesmo lugar estão previstas várias actividades, desde à apresentação de poemas ao convívio entre famílias.

Lisboa: “O QUE SE LEVA DESTA VIDA”

Foto: Susana ChicóNo dia 15 de Novembro às 17h30, no Teatro São Luiz, em Lisboa, há uma sessão da peça “O Que Se Leva Desta Vida“, uma peça encenada e interpretada por Gonçalo Waddington e Tiago Rodrigues e que aborda a arte e a ciência da cozinha, sobre a insatisfação permanente e o espírito inventivo de dois cozinheiros que acabam por descobrir que um prato conta sempre a história de quem o cozinhou.

 Desde há três anos, o São Luiz Teatro Municipal, no âmbito da sua política para as NE (Necessidades Especiais), promove para todas as produções próprias, sessões com interpretação em LGP.

Esta temporada o serviço alarga-se a outros projectos, nomeadamente a conferências e conversas.

 
NOTAS:
1-Texto e imagens retirados daqui: http://noticias.sapo.pt/info/artigo/1030273.html
2-Outros artigos em destaque:
  • A Língua Gestual em Portugal e em África
  • Aprender uma nova língua…com gestos
  • Um sistema de comunicação para surdos 
  • Língua Gestual: Os desenhos do professor Francisco Goulão

~ por imisal - PORTUGAL em 13/11/2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: